O Governo do Ruanda dedica-se a promover a passagem para uma economia sem numerário

Share the story

Mastercard reforçou a sua posição como parceiro tecnológico na passagem do Ruanda para uma sociedade sem numerário em conformidade com a visão 2020 para o país
 
 Para publicar estas notícias no Twitter, copie e cole: Extensão de @MastercardMEA e @RDBrwanda MoU vai resultar num setor de pagamento digital mais forte [http://mstr.cd/2q0UAdC]
 
Daniel Monehin, Presidente da Divisão para a África Subsariana e Mercados Internacionais de Ponta para a Inclusão Financeira, Mastercard

Why you should support African Newspage

As advertising revenue continues to fall across the news media, news publications like African Newspage increasingly have to rely on the support of readers like you, to survive!

 

Daniel Monehin, Presidente da Divisão para a África Subsariana e Mercados Internacionais de Ponta para a Inclusão Financeira, Mastercard

DURBAN, África do Sul, 4 de maio de 2017,-/African Media Agency (AMA)/- O Governo do Ruanda e Mastercard reafirmaram o seu compromisso na parceria de desenvolvimento de fortes plataformas digitais que respondam às necessidades dos cidadãos do país e trabalhem no sentido de conseguir a meta do Ruanda de promover uma sociedade sem numerário.

De acordo com FinScope 2016, 68 por cento dos adultos no Ruanda têm/usam produtos/serviços financeiros formais. O acordo de parceria assinado entre Mastercard e o Conselho de Desenvolvimento do Ruanda, no Fórum Económico Mundial em África, em Kigali em 2016, terá um impacto significativo neste número. Através desta parceria, foi conseguido um grande momento, resultando na renovação do acordo com Mastercard para incorporar a digitalização dos subsídios sociais do Ruanda sob um projecto de digitalização de entrada e saída de fluxos.

“Designado como SIKASHI, o projeto concentra-se na digitalização de inúmeros serviços públicos para melhorar a eficiência e transparência de serviços públicos e, em última análise, promover uma sociedade sem numerário – um pilar crítico da mais ampla Visão 2020 do Ruanda para criar uma economia baseada em conhecimento, para além de numerário,” diz Clare Akamanzi, Diretora Executiva do Conselho de Desenvolvimento do Ruanda e Membro do Governo.

As principais áreas de SIKASHI incluem a digitalização de propinas escolares, proporcionando uma via de pagamento online para RwandaOnline, contribuindo para a criação de uma plataforma bancária móvel interoperacional, a tratar de pedidos de desembolso do serviço nacional de saúde e processos de pagamento e contribuindo para a gestão efetiva dos processos de fluxo de câmbios.

“No ano passado, o governo do Ruanda e Mastercard otimizaram os seus pontos fortes ao conseguirem vários objetivos, particularmente, em pagamentos, desembolsos e subsídios de saúde, reformas e educação: as plataformas centralizadas e digitais para as três áreas foram construídas e testadas e serão implementadas para o mais amplo benefício dos nossos cidadãos,” diz Daniel Monehin, Presidente da Divisão para a África Subsariana e Mercados Internacionais de Ponta para a Inclusão Financeira, Mastercard.

Isto abrange uma plataforma digital centralizada para direcionar eficiência, acesso e pagamentos de pagamentos anuais do sistema de saúde comunitário, “Mutuelle de Santé”, do esquema obrigatório de reformas que visa os trabalhadores e outros no setor informal, de propinas escolares para todas as escolas públicas primárias e secundárias, assim como um ecossistema digital para todos os fluxos de entrada e de saída do Estado, com ênfase no Programa Umurenge da Visão 2020 para a erradicação da pobreza, o desembolso dos Sobreviventes do Genocídio e os programas de subsídio à agricultura.

Os programas de cuidados de saúde e reformas, conceptualizados como parte do projecto piloto SIKASHI, serão os primeiros a serem implementados para os cidadãos do país e estão agendados para começarem este ano. Isto será seguido pela introdução do projeto Esquema de Poupança a Longo Prazo, em que a Mastercard e a empresa social Pinbox Solutions trabalham em parceria para dar assistência técnica ao Ministro das Finanças e do Planeamento Económico do Ruanda. O esquema será demonstrado na primeira cimeira mundial de inclusão de micropensões, no Ruanda em julho.

A via de pagamento online e os pagamentos móveis foram um contributo fundamental para tornar os serviços do estado mais acessíveis aos cidadãos do país através do serviço RwandaOnline designado Irembo. Irembo é a face de todas as soluções atuais e futuras e proporciona um centro de atendimento único para o governo do Ruanda e os cidadãos do país, pedirem e pagarem os serviços públicos de forma integrada.

Irembo proporciona 50 serviços eletrónicos aos cidadãos de mais de dez agências governamentais e permite que eles paguem usando cartões de débito, crédito ou previamente pagos e serviços financeiros por telemóvel. A juntar-se ao sucesso de Irembo até à data, Mastercard e RwandaOnline fortaleceram o seu relacionamento através da assinatura de um Acordo de Parceria Estratégica, de dois anos, para inovação de todos os pagamentos cidadão-governo (C2G) e empresas-governo (B2G).

“Ruanda é um mercado fundamental na África Oriental e o impacto positivo de avalanche das soluções implementadas através de SIKASHI ilustraram o poder inovador dos sistemas digitais e da colaboração entre o governo e o setor privado para direcionar a inclusão financeira de todos os cidadãos,” conclui Monehin.

Distribuído pela African Media Agency (AMA) em nome do MasterCard Worldwide

 
Sobre o Conselho de Desenvolvimento do Ruanda
O Conselho de Desenvolvimento do Ruanda [The Rwanda Development Board (RDB)] trabalha para transformar o Ruanda num centro dinâmico para negócios, investimento e inovação e para rastrear rapidamente o desenvolvimento económico ao permitir o crescimento do setor privado.
Com a visão de transformar o Ruanda num centro dinâmico para inovação, negócios, conferências e turismo sustentável, o Conselho de Desenvolvimento do Ruanda facilita a atividade de empresas de todos os tamanhos, tanto para investidores locais como estrangeiros.
RDB funciona como um parceiro do investidor através do processo de demonstrar uma gama de oportunidades potenciais de trabalhar no Ruanda. O âmbito de RDB inclui todos os aspectos relacionados com o desenvolvimento de iniciativas do setor privado. Isto envolve trabalhar com as empresas e responder às suas necessidades.
Contato para comunicações de RDB
Maurice Twahirwa, maurice.twahirwa@rdb.rw, Tel : +250 788877233
 
Sobre Mastercard
Mastercard, www.mastercard.com, é uma empresa de tecnologia na indústria mundial de pagamentos. Operamos a rede mais rápida de processamento de pagamentos, estabelecemos a ligação entre consumidores, instituições financeiras, comerciantes, governos e empresas em mais de 210 países e territórios. Os produtos e soluções de MasterCard facilitam as atividades comerciais diárias – como compras, viagens, gestão de empresas e administração financeiras – tornando-as mais seguras e eficientes para todos. Acompanhe no Twitter: @MasterCardMEA e @MasterCardNews, junte-se à discussão no blog Beyond the Transaction Blog e subscreva as últimas notícias em MEA Engagement Bureau.
Contato de comunicações Mastercard
Geraldine Grealey, Geraldine.Grealey@mastercard.com, +27 76 301 0264

The post O Governo do Ruanda dedica-se a promover a passagem para uma economia sem numerário appeared first on African Media Agency.


Source: AMA


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *